domingo, 30 de dezembro de 2012

Feliz, Feliz Ano Novo!



"Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente." 
(Carlos Drummond de Andrade)


Amores, a todos que por aqui passaram no ano de 2012, meu sincero e afetuoso abraço com os votos de um ano próspero, onde a atitude de cada pessoa faça a diferença e transforme aos poucos a realidade que precisa ser modificada. Envio também meu beijo especial a cada um que visitar a página, enviando também meu carinho e votos de um novo ano repleto de possibilidades felizes, rico em alegrias e saúde, transbordando de amigos e risadas fáceis! Que em 2013 suas velhas mágoas e frustrações fiquem tão arcaicas, que você mesmo tenha ímpetos de enterrá-las para sempre, dando oportunidade para o novo, o inesperado, o improvável que revoluciona nosso modo de pensar e de agir! E que aí venham as coisas boas, aquelas com as quais você passa grande parte da vida sonhando e parece que nunca irão chegar! Irão! Tenha convicção disso!

As palavras de ordem são: SEJA E FAÇA FELIZ! Beijão, Feliz Ano Novo!!

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Luz, amor & muito mais



Lua que banha meus olhos com sua luz branca,
rasga com seu feixe etéreo o escuro da noite e 
descortina a volúpia e entrega do nosso amor.
Porque te amar é sempre luz. 

(With Kassius, o melhor amor do mundo)

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Notícias do Front

Amigos, boa tarde!!
O blog ficou meio largadinho, né? Desculpem!! O tempo está mega corrido com o novo trabalho na TV Tarobá mas está uma delícia! Passando rapidinho pra deixar um beijão a todos e dizer que estou com saudade de nossa convivência virtual! Fiquem bem, em paz e com Deus!

PS: Para me redimir, deixo as palavras quase mágicas do encantado Manoel de Barros para dar cor, sabor e aroma ao seu dia!


    Foto/Reprodução


A maior riqueza do homem
é a sua incompletude.
Nesse ponto sou abastado.
Palavras que me aceitam como sou - eu não aceito.
Não aguento ser apenas um sujeito que abre portas,
que puxa válvulas, que olha o relógio,
que compra pão às 6 horas da tarde,
que vai lá fora, que aponta lápis,
que vê a uva etc. etc.
Perdoai
Mas eu preciso ser Outros.
Eu penso renovar o homem usando borboletas.

Manoel de Barros



terça-feira, 16 de outubro de 2012

Sensualidade é...

Quando a mão de um homem toca a mão de uma

 mulher ... Ambos tocam o coração da eternidade.



Khalil Gibran


domingo, 30 de setembro de 2012

A irreverência do ris(c)o II


          
 Hebe Camargo entrevista Dercy Gonçalves em seu programa na Rede Record, em 1969  - Foto/Divulgação


           Pra quem se lembra, há 4 anos presenciamos através da mídia, um enterro incomum. Ao invés de silêncio e choro, bateria de escola de samba e aplausos. Foi assim que a comediante mais polêmica que o Brasil já conheceu, nascida Dolores e conhecida como Dercy Gonçalves despediu-se de seus fãs e simpatizantes. Curiosamente no ano de 2008 perdemos também a antropóloga Ruth Cardoso que a maioria dos brasileiros aprendeu a chamar de primeira-dama, título que a professora universitária repudiava. Naquele ano ainda, Hillary Clinton perdeu a corrida por uma vaga no partido democrata para disputar as eleições presidenciais, Ingrid Betancourt foi libertada pelas FARC e Aleida Guevara esteve em Cascavel para proferir palestra sobre o legado de seu pai, revolucionário sonhador para alguns, terrorista militante para outros. A Argentina agonizava (e ainda agoniza) em sua crise interna, cuja protagonista, Cristina Kirchner, poderia muito bem entoar em família o hino Don’t cry for me Argentina sem temer qualquer crítica: o papel de protagonista sofrível do país vizinho lhe cai muito bem. Setembro de 2012, 4 anos depois, presenciamos novamente mais um enterro incomum: a alegria manifestada em forma de apresentadora, se cala. Vai embora, sai de cena sem dar o último selinho em seu público. Em Cascavel, duas mulheres disputam a corrida ao paço municipal, enquanto outra concorre como vice, depois de enfrentar uma disputa consigo e com o partido. E aqui não cabem juízos de valor ou críticas - quaisquer que sejam - sobre a candidatura das mesmas. O foco é: o que estas mulheres têm em comum para ganhar as páginas dos jornais e ocuparem espaço na mídia? Em algum momento de suas vidas, elas arriscaram. 

          Errando ou acertando, saíram da posição de esposa, mãe, profissional e partiram em busca de um sonho acalentado talvez na infância, ou aflorado por qualquer circunstância que o valha. Estão tentando. E digo, com absoluta convicção, que é muito mais cômodo e seguro (por que não dizer?) limitar-se ao exercício de nosso trabalho – apreendido nos bancos escolares ou na escola da vida – e às atividades de casa do que adentrar no universo masculino e posicionar-se junto (ou contra) àqueles que fizeram da política e dos outros setores, um ambiente predominantemente masculino. E não torçam o nariz argumentando que as mulheres têm direitos iguais e que entram nessa por oba-oba. 

        Poucas arriscam. Poucas se expõem. Por isso quero registrar a tentativa, a luta aguerrida e ousada de muitas que desafiam o poderio que impera por aí, lutando contra o preconceito arraigado em nossa cultura. Dizem por aí que há uma pesquisa que comprova que a mulher é incorruptível - ou menos que o homem. Sinceramente, creio não ser prerrogativa do gênero feminino e sim de caráter. E caráter independe de gênero. Mas comecei essa prosa falando em Dercy Gonçalves e na saudade que tenho de ver sua irreverência escrachada e a autonomia de falar o que bem quisesse que a experiência dos anos lhe conferia. Saudade de sua ousadia, que certamente soltaria um “que p&#*a é essa?” se pudesse ler este artigo.  Saudade agora da simplicidade e carisma de Hebe Camargo, que improvisava no palco e divertia seu público até quando cometia gafes. Era verdadeira. Aliás, poucas pessoas vivem quase um século sem rabo preso com ninguém; elas conseguiram. Mas o importante mesmo é tentar. Arrisque-se mulherada!

sábado, 29 de setembro de 2012

My sweet brother...




Saudade se explica pela distância que não dá pra apalpar
Pelo silêncio das lembranças ruidosas e descaso do abraço
Quando o vazio se transforma em longe e o longe transforma
A alegria em olhar perdido – fiquei órfã do seu sorriso
Ausência de cheiro, de toque, de referência de infância e cumplicidade de futuro
Se explica pelo que não é explicável – é sentido
Muda a forma de ver o mundo
O que era comum vira, de novo, saudade
Tanto tempo, tantos sonhos, tanto frio de ausência
Na certeza do que sabe, do que ama, me conforto e espero
Mas a saudade, ah... Saudade, sempre... Sandro!

Feliz aniversário, meu irmão amado! Que Deus cuide direitinho de você, nosso precioso!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Carro de Sheik – Ferrari cria modelo exclusivo para empresário árabe

Foto/Divulgação



Sonhar em ter uma Ferrari é para fracos. Que graça tem em possuir um carro da marca italiana, se há outros iguais andando por aí? Provavelmente, é dessa forma que o empresário Cheerag Arya, de Dubai, deve pensar. Após insistir, conseguiu convencer a companhia a criar um modelo exclusivo para ele. Foram doze opções de design apresentadas, tendo como base o supercupê 599 GTO. Insatisfeito, ele pinçou elementos de cada uma e montou um modelo próprio, que único certamente custou mais de R$ 3 milhões (US$ 1,5 milhão).
Arya, que administra a empresa petrolífera da família, manifestou o desejo em ter uma Ferrari após folhear uma revista e ver a foto de um jogador de baseball ao lado de uma F40. Tempos depois, comprou uma 575M Maranello. Mais sucesso na carreira motivou-o a expandir a coleção, com F430 Scuderia, Enzo, Daytona, 599XX, 599 GTO, AS Aperta e F40. Após a sucessão de supercarros, chegou à conclusão de que precisaria mesmo de um modelo único. “Vou mantê-lo em Dubai e levá-lo para a Europa todo verão. Não ficarei mostrando para o mundo, é algo muito pessoal”, declarou Arya à Ferrari Magazine.
Esta é a terceira vez em que a marca cria um automóvel exclusivo. Já foi produzida uma SP12 EC, para o guitarrista, cantor e compositor Eric Clapton. O outro veículo especial foi o P540 Superfast Aperta, para Edward Walson, filho do criador da TV a cabo. (Fonte - www.carrosemotores.blog.br/)
O empresário ao lado de sua Ferrari (Foto/divulgação)


quarta-feira, 29 de agosto de 2012

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Algo mais que poder

              
Soraia David M. Rosa da Silva
  Foto/Fábio Conterno

                 As eleições se aproximam e vejo a expectativa aflorar no rosto das pessoas, de diferentes formas. Há aqueles que mostram uma certa luminosidade quando falam em futuro, em progresso, em confiança nos que irão eleger, e isso me dá alegria. A estes, a esperança em dias melhores se apresenta na forma do voto, na oportunidade de participar da consolidação democrática de seu espaço político-geográfico.

                Outros espelham a frieza dos cálculos e dos acordos em suas faces, como se o pleito eleitoral fosse apenas um esquema para se manter no jogo político sustentado pelo erário e poder público. Meu desdém e desprezo por tais pessoas. Minha piedade também, já que sou provida desse sentimento. Friedrich Nietzsche, em ”A Vontade de Poder”, trata deste tema da seguinte maneira: “... A grandeza de caráter não consiste em não experimentar emoções; pelo contrário, estas são de se ter no mais alto grau; a questão é controlá-las e, ainda assim, havendo prazer em modelá-las, em função de algo mais”. Eis o ponto. O homem que se deixa corromper no exercício de suas funções públicas, na verdade não tem competência nem condições de controlar as emoções que advém de tal ocupação.

               É um inepto, incapaz, e deveria envergonhar-se de sua condição humana no aspecto da estupidez. Há os que riem e se vangloriam de passar a perna nos milhões de pobres brasileiros que se iludem dia após dia com seu salário minguado, com o bolsa aqui e acolá que fermenta sua existência e os faz parecer mais miseráveis do que realmente são. Deboche equivocado. A miséria da alma e da mente se aloja verdadeiramente no homem público que não consegue direcionar suas emoções para a realização do “algo mais” citado por Nietzsche. São tão poderosos, mas tão poderosos, que só têm o poder. Nada mais.

                O que irá acontecer no dia 7 de outubro ainda é uma incógnita. O que passará pela cabeça do eleitor que anda desempregado, descrente do futuro que lhe bate à porta? Por quais caminhos segue a mente do pequeno empresário, do agricultor e da professora que têm acompanhado a política pública de seu setor? E o jovem... O que deve pensar o jovem sobre o momento político que vivemos? As urnas responderão a estes questionamentos em breve. Traduzirão em números os anseios e exigências de uma sociedade que faz esperar, acreditar, insistir para crer novamente.

                Que novos tempos venham. Que a expressão facial daqueles que esperam viver um município mais humano, digno, seguro e transparente, seja radiante. Nós, eleitores, estamos prontos para mais uma escolha democrática em que pesem nossa confiança e futuro nas mãos e coração de quem terá a oportunidade de controlar suas emoções e moldá-las, como sugeriu um dia Nietzsche, em nome de algo mais que poder.

Soraia David M. Rosa da Silva

Não desista, LUTE!





                       Faliu no comércio aos 31 anos, perdeu a eleição para deputado estadual aos 32, faliu novamente no comércio aos 34 anos, sua esposa faleceu aos 35. Teve colapso nervoso aos 36 anos, perdeu a eleição para prefeito aos 38, perdeu a eleição deputado estadual aos 46 anos, perdeu novamente a eleição para deputado federal aos 48, perdeu a eleição desta vez para o senado aos 55; perdeu outra eleição aos 58 anos.

                       Aos 60 anos foi eleito presidente dos Estados Unidos. Seu nome: Abraham Lincoln..]

E VOCÊ? AINDA QUER DESISTIR? NUNCA DESISTA, LUTE!

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Que a semana seja doce!

Olá, amados da blogosfera!

Segunda-feira a todo vapor, forças renovadas para mais uma semana, onde deposito minha confiança na capacidade e talento com os quais Deus me proveu. Aliás, é o que devemos fazer, sempre! Trabalhar, fazer nosso melhor para retribuir o corpo perfeito, a saúde e disposição com os quais fomos agraciados, sem falar na família maravilhosa que temos!

Falando em família, ontem fiz um bombom na travessa aqui em casa que ficou uma delícia! Pra quem adora sobremesa beeem doce, recomendo!
Hoje terei que levar para Camila Kruger, que ficou atiçadíssima com a sobremesa e não quero que passe vontade. No mais, que a semana seja doce, produtiva, que eu não dê de cara com candidatos medíocres - minha paciência pra esse tipo de gente anda escassa - e que o próximo fim de semana venha rapidão! Beijo!

                                       Bombom na travessa

foto/Soraia 

Receita rápida
  • 2 caixas de morangos
  • 2 latas de leite condensado
  • 2 colheres de margarina sem sal
  • 1 barra de chocolate de 200 gramas
  • 1 lata de creme de leite 

                                                                    foto/Soraia 

Preparo
  • Corte os morangos e espalhe pela travessa
  • Faça um brigadeiro com o leite condensado e a margarina, num ponto nem muito duro nem muito mole, depois de esfriar, jogue por cima dos morangos
  • Derreta o chocolate no microondas, misture o creme de leite e jogue por cima do brigadeiro branco
  • Leve à geladeira
  • Aguarde gelar e sirva. Bom apetite! 



quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Pitaco do Grelak

Transcrevo o posicionamento de meu querido amigo, jornalista respeitável, assessor de imprensa badaladíssimo da Fórmula Truck e um eterno gozador (no bom sentido da palavra, se é que me entendem), Clóvis Grelak, sobre a inquietação do país vizinho no que se refere à energia de Itaipu.

                                                         Foto/Reprodução

      O Paraguai ameaça cessar a venda dos 90 por cento da sua energia excedente da Itaipu ao Brasil, lembrando que ficou sócio entrando só com a metade do Rio Paraná que o Direito Internacional lhe assiste. O Brasil teve de lhe emprestar até o dinheiro para pagarem a parte deles do projeto inicial da usina. É mais uma chantagem pra achacar o Brasil, igual ao beicinho que o hoje deposto Lugo também fez.
          Lula cedeu à chantagem e triplicou o repasse de dólares ao Paraguai. Tomara que a nossa presidente encarne o Dilmão que habita em seu armário, coce o saco, cuspa no chão, esmurre a mesa, grite um “CARAI, AQUI NÃO, JOÃO!!! Que chame o colega xiru às falas, e meta-lhe de cara uma bifa se o sujeito retrucar. Declare estado de guerra com o Paraguai, sairemos no tapa com a xiruzada. Como protocolo de guerra o nosso Itamarati deve acertar com Itamarati deles as armas permitidas. E vetar a mais letal do arsenal guarani, a chipa estragada. Porque aí não teremos chance.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Gray day

                      

(Vou mais, vou além em minha saudade!)

      

  Existe uma relação entre o cinza e a ausência. Os otimistas que me perdoem, mas meu dia está cinza.
  Hoje não quero saber do discurso simplista e confortável sobre a morte, essa solidão desconhecida, herança que ninguém quer. Hoje não quero ouvir que precisamos nos conformar com a dor da perda ou que 'onde quer que aquela pessoa que amamos esteja, encontra-se em paz e enviando-nos boas energias'. Não quero pensar - pela enésima vez - que aquele tom de voz por vezes debochado, por outras autoritário - não será ouvido novamente, nem que verei outra vez aqueles olhos castanhos marejados diante das despedidas (e ouvir "eu te amo" em cada uma delas!)
  Hoje não quero pensar que foi melhor assim. Meu pai poderia viver 100 anos e ainda assim acharia pouco. Hoje queria acordar com o dever de lhe entregar um presente, uma bobagem qualquer, qualquer coisa! Queria um dia nosso, de abraços carinhosos e de falas bobas, daquelas que a gente ria e depois mudava o rumo da conversa para assuntos mais sérios. E ele tinha tantas coisas para contar, mas muitas vezes preferia o silêncio.

  Sempre achei que meu pai dava sentido à palavra solidão.

 Hoje percebo que ele silenciava na hora certa. E quando falava, era a coerência em pessoa. Rude, porém de honestidade e caráter incontestáveis. E daí vem toda essa saudade.
 Dia cinza. Falta alguém nesse domingo, porque nos demais dias, nem é bom lembrar.
  Já disse que hoje não quero saber de palavras que retoquem a ausência. Ela está aqui, forte, vibrante e me fazendo entender como é difícil viver sem um pedaço da gente.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Show da Truck acontece em Cascavel neste domingo

Clóvis Grelak - Assessor de Imprensa da Fórmula Truck      
Foto/Reprodução
      Cascavel volta a ser palco de uma das mais emocionantes expressões do automobilismo brasileiro! A sexta etapa da temporada de Fórmula Truck acontece neste domingo no renovado autódromo de Cascavel, que volta a fazer parte do calendário da categoria após um interregno de cinco anos. A expectativa é grande para os treinos livres que começam amanhã e para a classificação de sábado, que irá definir o grid de largada da competição de domingo, às 13h, com transmissão ao vivo da TV Band. 
      Quem anda trabalhando muito para que o espetáculo da Truck seja inesquecível para o público, pilotos e imprensa é o meu querido e competente Clóvis Grelak e sua equipe, então, super beijo pra eles!

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

terça-feira, 31 de julho de 2012

Frase do dia


Foto-Reprodução
"Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido." (Katharine Hepburn)

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Ode to my family - The Cranberries

E Cranberries combina com o fim de tarde chuvoso desta quinta-feira! 

Understand the things I say,
Don't turn away from me
'Cause I spent half my life out there
You wouldn't disagree
D'you see me, d'you see
        

Palavras de um futuro bom


            
Imagem/Reprodução

           Estamos vivendo mesmo numa época de valores invertidos, transversos, totalmente diferente do que verdadeiramente nos faz bem. Buscamos ascender social e profissionalmente, ignorando o conhecimento espiritual, aquele que agrega valores fundamentais para nossa evolução e bem-estar. A culpa é da sociedade, do sistema capitalista, da ditadura da moda e do século atual, dos padrões impostos pelo mercado mundial de negócios? Se você está assentindo com a cabeça, lamento informar que é tão ingênua quanto eu, antes de me dar conta da fragilidade que ronda nossa “perspicaz capacidade" de apreensão de conhecimento e genialidade na era das novas tecnologias e conquistas científicas. Qual é! Não conquistamos sequer o direito de sermos felizes e saudáveis, por conta desse ritmo alucinante a que nos submetemos para ter e ser mais e melhor; não descobrimos ainda a cura para a solidão, para a dor da separação, da perda - e olha a piada - não chegamos nem perto da descoberta do perdão, da resiliência, então por qual motivo comemoramos todo o resto?
            Vivemos um conto de fadas moderno, daqueles bem tortos onde o final feliz tem cenário cinza e cheio de fumaça. Não percebemos que o que restará ao final de tudo, será o desapego material, a entrega, a compreensão de algo muito maior que suplanta tudo o que já conhecemos ou tenhamos visto. Ah, é claro. Não vimos nada parecido, eis o problema. Aliás, como sequer compreendemos o que existe e não é palpável, visível ou que satisfaça nossas necessidades, melhor ignorarmos. Assim, mantemos as aparências, o ar de supremacia, como se essa ausência de plenitude espiritual não nos fizesse a menor diferença.
            Mas está ali, a coisa, o fato, a sensação de que algo não vai bem no reino dos mortais. A inquietação que movimenta o mundo. O que existe, de fato, quando o corpo queda, quando nos damos conta da fotografia que não tiramos, do momento que não vivemos? Por que o sentimento de que isso tudo que temos aqui, não é suficiente, melhor dizendo, falta algo mais significativo, que explique a razão das pessoas chegarem e irem embora, desde que o mundo é mundo? Não sei. As religiões procuram explicar, estudos são feitos e publicados, pessoas testemunham, mas a sensação continua ali, mais latente em alguns dias, quase ausente em outros, mas está ali, quase uma prova do quanto somos frágeis e ingênuos ao pensarmos que dominamos o conhecimento e as coisas do mundo. Pobres de nós! Brindamos à liberdade com espumante francês, acorrentados em nossa própria ignorância. Tim tim.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Hard Woman - Mick Jagger

            Direto do túnel do tempo, enquanto finalizo o projeto da tarde!

                 

quarta-feira, 18 de julho de 2012

O adeus à Marta David Calixto


     
      Dia triste, sensação esquisita de não conseguir entender o quanto sentirei falta da tia Marta! Olhos verdes, sempre marejados pela emoção ao reunir a família - chorava quando chegávamos, chorava quando íamos embora, no melhor estilo emotivo da família. E agora, quem vai cantar as canções árabes que contavam histórias de amores impossíveis, que sempre terminavam em gargalhadas? 

      Minha adorável e querida tia, sua existência foi LINDA e jamais esquecerei de seu carinho por mim e da forma como dizia ao telefone "eu te amo" com a leveza que só as pessoas sinceras possuem. Descanse em paz, estaremos sempre pensando na senhora com o carinho, cuidado e amor com os quais sempre nos presenteou! Saudade, saudade já e a senhora acabou de partir pra sempre! 
Pra sempre é tempo demais...

Música de hoje - Somewhere Only We Know (Keane)

            

Um Lugar Que Só Nós Conhecemos

Eu andei por uma terra desabitada
Eu conhecia o caminho como a palma da minha mão
Eu senti a terra sob meus pés
Eu sentei ao lado do rio e ele me completou

Coisa simples para onde você foi?
Eu estou ficando velho e preciso de algo em que confiar
Então me fala quando você vai me deixar entrar
Eu estou ficando cansado e preciso de algum lugar para começar

Eu encontrei por acaso uma árvore caída
Eu senti seus ramos olhando para mim
Esse é o lugar que nós costumavamos amar?
Esse é o lugar com o qual eu tenho sonhado

E se você tiver um minuto por que nós não vamos
falar sobre isso num lugar que só nós conhecemos?
Isso poderia ser o final de tudo
então por que nós não vamos
para algum lugar que só nós conhecemos
algum lugar que só nós conhecemos?


         

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Coisas que a vida ensina - por Artur da Távola


Imagem - Reprodução

Amor não se implora, não se pede não se espera...

Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos,
cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente.


Dicas de Artur da Távola, pseudônimo de Paulo Alberto Moretzsohn Monteiro de Barros, advogado, jornalista, radialista, escritor, professor e político brasileiro, falecido em 2008.

domingo, 8 de julho de 2012

Super MoonWalking

                 

Servidores desligados pelo FBI podem deixar milhares de internautas sem acesso à rede nesta segunda


Foto - Getty Images

      Na madrugada de domingo para segunda-feira, milhares de usuários de internet no mundo todo ficarão sem acesso à rede. O motivo: suas máquinas estão infectadas por um malware conhecido como DNSChanger que começou a se espalhar em 2007 e ainda hoje circula por computadores no mundo todo. Para parar a disseminação da praga, o FBI desligará os servidores para onde as máquinas infectadas estão sendo direcionadas, fazendo com que elas fiquem sem acesso à internet.

    Abaixo, as principais dúvidas que envolvem o DNSChanger foram respondidas pelo diretor de suporte técnico da McAfee, José Matias Neto, e por especialistas da empresa de segurança finlandesa . Saiba se seu computador está infectado, se você corre risco de ficar sem internet amanhã e como eliminar o vírus:

O que é o DNSChanger? Como ele atua?

      O DNSChanger é um malware descoberto em 2007 que ataca um sistema crítico no ambiente computacional do usuário: o DNS (Domain Name System). Quando você digita um endereço de internet no navegador (www.terra.com.br, por exemplo), o DNS converte esse endereço amigável para um protocolo IP, endereço numérico que os computadores usam para se comunicar entre si.

      O golpe do DNSChanger modificou esse serviço DNS. Mesmo que o usuário digitasse um endereço corretamente no navegador, o DNS redirecionava o site para um endereço IP que levava para os servidores do atacante, e não para o site que o usuário realmente desejava ir.

      O FBI já desativou os servidores maliciosos dos golpistas, e todo esse tráfego das máquinas infectadas está sendo direcionado para servidores seguros do próprio FBI, que serão desligados na segunda-feira.

Qual a motivação para espalhar essa ameaça?

      A principal motivação dos criminosos, claro, era o lucro. Ao tentar fazer uma transação bancária pela internet, por exemplo, o usuário pensava que estava visitando o site do banco cujo endereço havia digitado, mas na verdade estava sendo redirecionado para uma página falsa criada pelos criminosos, mas muito parecida com a original.

     O usuário desavisado, assim, fornecia aos atacantes todas suas informações bancárias sem saber, e os criminosos usavam esses dados em nome do usuário. O internauta não conseguia identificar o golpe: todo esse redirecionamento acontecia sem que ele percebesse, pensando que o site do banco estava fora do ar, simplesmente.

Como o vírus foi distribuído?

      O vírus foi espalhado principalmente por golpes de phishing, uma das maneiras mais baratas de distribuir malware pela internet: uma história que parece verídica é criada e enviada por e-mail, levando usuários mais desatentos a clicarem nos links maliciosos e baixar o arquivo infectado.

Desde quando esse caso é investigado? Alguém foi preso?

      O malware foi descoberto em 2007 por especialistas de segurança. O grupo por trás do malware contava com sete pessoas, que agiam através de uma empresa de fachada chamada Roze Digital. Em novembro de 2011, seis estonianos foram presos pela Polícia Federal dos Estados Unidos, o FBI, por causa da ação, mas uma dos envolvidos ainda continua solto e é considerado foragido na Rússia. Estima-se que o golpe tenha causado um prejuízo de US$ 20 milhões em quatro anos.

Quantos usuários já foram infectados?

      Em 2007, quando a praga foi descoberta, a McAfee divulgou um relatório afirmando que eram 4 milhões as máquinas infectadas. Desde então, uma vacina está disponível para eliminar o malware, mas muitos usuários ou não usam antivírus ou não mantêm os programas atualizados. Por isso, estima-se que mais de 300 mil computadores sigam infectados atualmente, 6 mil deles no Brasil.

Por que as pessoas infectadas ficarão sem internet na segunda-feira?

      Depois da descoberta do golpe, o FBI "capturou" todo o tráfego que ia para os servidores dos golpistas e redirecionou para servidores de DNS próprios e "limpos", para que os computadores infectados não perdessem sua conexão subitamente. Os tribunais americanos autorizaram o funcionamento dos servidores do FBI até o dia 9 de julho.

      Por isso, esses servidores serão desligados à 1h de segunda-feira (horário de Brasília), fazendo com que essas máquinas fiquem sem nenhum acesso à internet por meio do navegador, já que todo o tráfego de internet será direcionado pelo malware a um servidore que está desligado. Sem acesso à rede, as máquinas infectadas não vão mais distribuir o vírus.

Como fazer para identificar se eu tenho o malware, eliminá-lo e garantir que não terei problema de acesso na segunda-feira?

      Existem diversas ferramentas disponíveis na internet para que o usuário possa identificar se está infectado e eliminar a ameaça. A McAfee criou uma ferramenta online para detectar se a máquina está infectada. Após clicar em "check now", o sistema exibirá uma mensagem avisando se há ou não infecção. Caso o computador tenha sido afetado pelo malware, os usuários poderão fazer o download de uma solução para eliminar a praga e alterar as configurações da internet.

      A F-Secure também tem uma solução gratuita para eliminar o malware dos computadores. O download pode ser feito diretamente do site da empresa finlandesa, mas somente se o usuário identificar que a máquina está infectada.

O que acontecerá com quem continuar infectado?

      Isso é muito importante: a partir da 1h de segunda-feira, nenhum dos computadores infectados poderá fazer pesquisas na internet até que as configurações do DNS sejam alteradas. Por isso, o ideal é que essa checagem seja feita antes disso.

      É possível também alterar manualmente as configurações de DNS. Apesar de simples, o processo pode ser trabalhoso para quem não está acostumado a mexer nessas configurações. Outra opção é baixar a solução para eliminar o vírus em outra máquina, e instalá-la no computador infectado.

*Fonte - terra notícias

terça-feira, 3 de julho de 2012

Boa tarde, amados!



Amigos leitores...


    Sabem, costumo pensar que nas horas difíceis é que somos verdadeiramente testados. 

        É fácil demais ter êxito e sorrir quando todo o resto vai muito bem, obrigada. É preciso termos consciência disso, não nos entregarmos ao pessimismo e à tristeza nunca - ao menos tentarmos! Não se trata de ser mais" forte" do que fulano ou não ter passado por determinada situação na vida, mas de um posicionamento pessoal: como irei enfrentar as adversidades que surgirem ao longo do tempo? 

        Isso não significa que seremos proibidos de chorar ou de questionar nosso destino de vez em quando - mas olha lá, de vez em quando! O importante é sermos referência de superação, coragem e luta para nós mesmos!

         Beijos, que o dia seja pleno!



Rasante de caça Mirage 2000 da FAB quebra vidros do prédio do STF

E aí, esse piloto conseguiu tirar até o presidente do STF de seu gabinete, heim...!


               

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Família do interior de Toledo pede ajuda para Luciano Huck

Pessoal, o vídeo abaixo foi enviado por uma colega radialista de Quatro Pontes, PR. Emocionados com a situação em que vive o seu “Batistela” morador de uma vila do interior de Toledo, um grupo de amigos  revolveu fazer um vídeo e enviar para a produção do Programa Caldeirão do Huck, especificamente para o quadro Lar Doce Lar, mostrando a casa dele e suas condições de vida. A tentativa é divulgar o vídeo e fazer com que a família seja contemplada com o quadro.

Assista às imagens e se você também se emocionar, compartilhe em seu twitter ou facebook. Aguente firme, seu Zé! Super abraço!


                        

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Comad de Cascavel prepara caminhada no Dia Internacional de Combate às Drogas

   

    Bom dia! Quero registrar meu apoio e pedir aos amigos da blogosfera que ajudem a divulgar a Caminhada pela Vida, organizada pelo Comad - Cascavel (Conselho Municipal Antidrogas), presidido pelo amigo Eugênio Rozetti Filho, o Geninho.

    A caminhada será no dia 26 de junho, terça-feira (Dia Internacional de Combate às Drogas), às 14 horas, com saída em frente a Prefeitura Municipal de Cascavel, até a Catedral Nossa Senhora Aparecida. Lembrando que esta luta incansável, desleal e que precisa ser reestruturada o quanto antes, é de todos!


terça-feira, 19 de junho de 2012

Bom dia!!

Bom dia, amados!! Hoje acordei assim, romântica dos pés aos fios de cabelo! (Por que será?) rs...

Que todos tenham um dia musicalmente lindo, apesar da manhã cinzenta, dos dissabores, das frustrações, dos medos e das fragilidades. Acreditem, isso tudo passa. O que fica, é a sua vontade incansável de ser feliz. Carpe diem!
 

                 

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Música de hoje - Anjo

Daniela Mercury e Saulo Fernandes - música super especial!

                        

Derramando poesia



A boniteza do poema está ali

 à minha frente

querendo inundar meus olhos com sua luz

intensa

Mas a única coisa que consigo escrever é que

lamento pelos amores do passado.


Soraia David

domingo, 17 de junho de 2012

O Brasil ficou pequeno II

                   

Acordei com a sensação de que o país encolheu, reduziu-se surpreendente e paulatinamente. Tal fato pode ter ocorrido na calada da noite, de madrugada ou nas tardes e manhãs de negociatas e engodos, onde os olhos do cidadão estavam voltados para seu ganha-pão, para a conquista de sua segurança (aquela que nunca veio) ou na disputa de um leito num hospital público. O que int...eressa é que a coisa aconteceu. O Brasil diminuiu. Aliás, diminuiu tanto que os larápios de plantão sofisticaram seu modus operandi, num claro sinal que as vítimas estão mais atentas. Ou a concorrência aumentou, vai saber.

E atenção: um novo golpe na praça! A exemplo da maioria, esta nova modalidade também faz jus à famosa “lei de Gérson”. O golpe consiste em corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, contrabando, formação de quadrilha, violação de sigilo profissional, contravenção penal de exploração de jogo de azar – sem falar nas “ligações perigosas” (ó, até título de filme hollywoodiano tem) com políticos! Mas o golpe (antigo) foi descoberto e agora está sob investigação! Não falei? Golpe baixo! Na investigação, tem outra lei que impera – pasmem – sob a égide da própria constituição: a lei do silêncio. Nem esperam a gente dormir e nos passam a perna em plena luz do dia!

E isso me lembra o caso do mineiro que foi preso por furtar duas galinhas em Varginha, MG, que ao ser algemado, me sai com essa dirigindo-se ao delegado: “desde quando furto é crime neste Brasil de bandidos?". Responde-se o que nessa hora? O juiz substituto que concedeu liberdade provisória ao criminoso galináceo transcreveu em sua decisão, versos que em sua derradeira estrofe claramente diziam que se o larápio de galinhas não tomasse rumo na vida, deveria mudar-se para Brasília! Não falei que o Brasil ficou pequeno? É pra disparar agora o alarme de incêndio no país ou vamos esperar o próximo golpe?

Quero é esperar pelo aniversário de Cascavel! Até lá as eleições já terminaram e tudo volta ao (a)normal! Bolo nelas – as eleições! O povo quer comer! Só não vale ser galinha furtada, pois uma sentença lavrada em versos como essa, só acontece uma vez!

 

Desta forma é que concedo
A esse homem da simplória
Com base no CPP
Liberdade provisória
Para que volte para casa
E passe a viver na glória.

Se virar homem honesto
E sair dessa sua trilha
Permaneça em Cachoeira
Ao lado de sua família
Devendo, se ao contrário,
Mudar-se para Brasília!!!”.


Eu avisei que o Brasil ficou pequeno.



Soraia David