domingo, 9 de outubro de 2011

Domingo, chuva & constatações

Bom dia! Cascavel amanheceu sob um manto de escuridão e muita chuva, uma manhã deliciosa para se ficar em casa, mesmo para quem precisa trabalhar! Aliás, para estas pessoas, um grande abraço e bom trabalho! Entre uma pauta e outra, recebi um vídeo de um amigo onde um senhor de pouco mais de 70 anos desopila o fígado despejando sua indignação ante a revolta desmedida e injustificável da juventude de hoje. Há muitas maneiras de mostrar a esta mesma juventude o quanto estão equivocadas em relação à vida. Foi o que este aposentado fez, utilizando-se de certa revolta também, embora  seu relato seja válido. Lugar-comum é dizer que os adolescentes de hoje têm inúmeras facilidades, mesmo aqueles com dificuldades financeiras - seus pais lutam contra as intempéries do dia-a-dia e fazem de tudo para dar aquilo que não tiveram anteriormente. São, portanto - em grande parte - acomodados, mimados, reclamam de barriga cheia.

No vídeo, o idoso elenca algumas situações que o tornam divertido (e aí tenho quase certeza que foi "dirigido", quem sabe pelo neto que menciona em sua sonora indignação, mesmo porque é difícil acreditar que um avô venha em rede mundial xingar o próprio neto da forma que o fez, sem parecer intencional). Até os episódios do "pipi" incontrolável. Mas escrevo isso com outro foco. Pensando aqui que tantos impropérios em torno do comportamento dos adolescentes vão de encontro a outro: ao das milhares de mães que se matam de trabalhar todo santo dia para dar uma vida confortável - ou o mínimo, ao menos - aos filhos. Estas sim, são heroínas anônimas, que dividem suas preocupações entre o orçamento doméstico e o equilíbrio dentro de casa. Na maioria das vezes, sozinhas, pois o companheiro lhe dá as costas para este tipo de responsabilidade. Não me perguntem por quê. Podem ser tantos os motivos... Mas elas estão ali, lidando com a fase difícil do filho adolescente, com as rebeldias do filho menor, com a incompreensão de ambos frente às situações que vivem...! E precisa acordar cedo no dia seguinte! Precisa trabalhar, produzir e continuar se angustiando com o dia de hoje, de amanhã... E quantas dessas mulheres, com ou sem a ajuda de seu companheiro, conseguiram educar seus filhos, tornando-os o oposto do descrito genericamente no citado vídeo?


Não sei por qual motivo associei a imagem dessa mulher que desde cedo tem a consciência exata de suas responsabilidade ao vídeo que assisti, do aposentado bradando sua indignação ante o comportamento dos jovens, recriminando-os por ignorarem o real sentido da palavra "problema, sem atentar que há jovens e mais jovens que aprenderam  cedo na vida a valorizar o trabalho e sacrifício de seus pais.

O vídeo está aí, para assistirem.

Quanto ao domingo, aproveitem-no. Está lindo, sob chuva!

Beijos primaveris com sabor de verão esperado!


video

8 comentários:

  1. APESAR DA QUANTIDADE DE PALAVRAS QUE NÃO SÃO "MÁGICAS" COMO FALAMOS PARA AS CRIANÇAS, OS DITOS "PALAVRÕES"...IMPÓSSIVEL NÃO CONCORDAR COM A INDIGNAÇÃO DESTE IDOSO...
    Professora CRIS

    ResponderExcluir
  2. APESAR DA QUANTIDADE DE "PALAVRÕES" DITOS POR ESTE SENHOR IDOSO, IMPOSSÍVEL NÃO OCNOCRDAR COM O TEOR DA SUA MENSAGEM...VALE LEMBRAR QUE AS CRINAÇAS DEVEM USAR PALAVRAS MÁGICAS...POR FAVOR , MUITO OBRIGADO, COM LICENÇA...

    ResponderExcluir
  3. CONCORDO COM AS DUAS MENSAGENS POSTADAS, PORÉM PARA COMPLEMENTAR PODEMOS DIZER QUE AS DITAS "PALAVRAS MÁGICAS" PODEM E DEVEM SER USADAS POR CRINAÇAS E ADULTOS, DESTA FORMA COM CERTEZA FAREMOS DO MUNDO UM LUGAR MELHOR A CADA DIA QUE PASSA...E CADA UM DE NÓS PODE E DEVE FAZER A SUA PARTE...
    PROFESSORA SIMONE

    ResponderExcluir
  4. SS, voce sabe que voto em voce para tudo...só não voto em voce se Sr. Fernando do video for concorrer com vc heheheheh, portanto cuidado com Sr. Fernando.
    ADOREI, ele vomitou meus sentimentos

    ResponderExcluir
  5. Todas as vezes que volto de ferias, fico com baixo astral...depre...
    Quero morar num lugar onde comida, transporte e roupas são baratos, tem segurança para ir e voltar, dormir sem se preocupar com ladrão...imposto recadado é gasto devidamente, portanto paga se com prazer...
    Existem lugares assim? EXISTEM
    Falta 11 meses para voltar ao lugar...hehehehe que saudade
    Essas horas eu entendo Sr. Fernando do video, porra !!!

    ResponderExcluir
  6. Dra. Hi, tempinho atrás o Paraná chegou a ser assim como você tanto sonha - um lugar onde transporte, comida e roupa eram baratos, tinha segurança para ir e voltar, dormir sem se preocupar com ladrão, imposto arrecadado era usado com parcimônia e inteligência pelo poder público. Isso foi quando Álvaro Dias foi governador do Paraná. Embora a inflação corresse solta no País, 89% AO MÊS, aqui no Paraná você poderia colocar comida na mesa (e no estômago) sem passar vergonha.
    Sou daquela época, não esquecer que Álvaro Dias teve tempo de cuidar até da educação, criando algumas universidades públicas e gratuitas como manda a Constituição.
    Se você acha que ele pôde fazer isso pelo Paraná, quanto mais poderá fazer pelo País. Estou nessa luta pra fazê-lo se candidatar a Presidente.
    Vamos nessa?

    Rodrigues

    ResponderExcluir
  7. Dra. Hi, esse negócio de férias programadas na Coréia, sei não... hehe.

    Assino embaixo quanto ao postado pelo Rodrigues.

    ResponderExcluir
  8. SS, sou cautelosa,programo para fazer o que está ao meu alcance, aproveito tempo integral que tenho direito com dinheiro disponivel.
    Já mais faço emprestimo e/ou divida para passear heheheh
    Assim proveito sem se preocupar em pagar na volta.
    Transporte, comida e roupa que são baratos + segurança 100%=> facil de viajar com gosto de curtir, sendo bom porque não repetir???
    Estou quase na terceira idade, deixei de ser aventureira e nada de emoções fortes com surpresas heheheheheh
    SS, morra de inveja.
    Vote na SS para qualquer coisa, na falta de Sr. Fernando.
    assinado cabo eleitoral nº 1 da SS

    ResponderExcluir

Obrigada por sua participação em meu blog!