quinta-feira, 4 de junho de 2009

Litígio, pra que te quero!

O norte-americano Jonathan Lee Riches conseguiu a proeza de assumir um papel de destaque no sistema jurídico dos EUA, como a parte que mais processa por lá. A lista de litígios de Riches é tão extensa que inclui desde celebridades como a televisiva Martha Stewart até mesmo o treinador de uma equipe de futebol americano, pelos mais exóticos e insignificantes motivos. As ações judiciais de Jonathan Lee Riches chamaram a atenção de editores do Guinness Book que estariam cogitando incluir o sujeito numa edição futura da publicação. Como não poderia deixar de ser, bastou que a litigiosa criatura tomasse conhecimento da futura “homenagem” para que retribuísse em seu melhor estilo: Jonathan agora está processando também a publicação. (Planeta Tosco)

3 comentários:

  1. A mania de processar, nos Estados Unidos, tem a ver com o valor que a própria constituição americana atribui aos direitos do cidadão.
    Numa empresa, se um rapaz sorri para uma moça, leva processo por assédio sexual.

    Rodrigues

    ResponderExcluir
  2. Amigos.
    Não sou jornalista nem escrevo bem.
    Sou aposentado, recebendo do INSS e tendo o IR descontado na fonte. Não recebo as benesses de nosso apedeuta mor que tem pensão do INSS acima do máximo, isento de Imposto de Renda por se achar perseguido político, ou melhor, por se anistiado político.
    Luto com as armas que tenho que é um blog, como forma de desabafar ao ver tanta roubalheira, falta de ética, falta de honestidade e principalmente falta de vergonha na cara desta quadrilha que tomou de assalto o Palácio do Planalto.
    Quero convidar os amigos a participarem da minha forma de protesto, o blog Brasil – Liberdade e Democracia - http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/.
    Se não levantarmos nossas vozes em protesto o que será deste país para nossos filhos e netos?
    Agora é a hora de lutarmos por uma pátria livre democrática, e sobre todo com governantes honestos e éticos.

    ResponderExcluir
  3. Laguardia, eu apenas encontrei um meio de me livrar desses energúmenos que exploram as massas depois de anos fingindo que se preocupavam com as tais classes trabalhadoras - estou em contato com outros países dispostos a receber como migrantes minha família e eu, porque isto aqui já deu o que tinha de dar.
    Venda sua casa, se é que tem uma ainda, compre moeda estrangeira e suma do Brasil. Daqui a pouco o MST vai cansar de incomodar os fazendeiros, mas não antes de depredar tudo e comer o gado no pasto e entrar nas cidades para invadir nossas casas.
    E tudo com as bençãos do energúmeno-chefe, Lula Primeiro e Único. Sabia que o governo do Lula paga para esses bandidos invadirem propriedade alheia?
    É só o começo, Laguardia, só o começo.

    Rodrigues

    ResponderExcluir

Obrigada por sua participação em meu blog!